Guia de rotina capilar: saiba o que você deve utilizar!

Antes de começar a relatar como deverá ser a sua rotina capilar, vale lembrar o seguinte: apenas algumas técnicas funcionarão para todos em geral.

Só porque uma determinada técnica ou produto funciona para 90% das pessoas não significa que funcione para você. Você pode muito bem estar nos 10% daqueles que não podem usar uma técnica específica por qualquer motivo.

Em resumo, mesmo conselhos baseados em pesquisas científicas abrangentes podem não funcionar sempre.

Muitas pessoas gostam de oferecer conselhos e dicas sobre cuidados com os cabelos com base em suas experiências (ou na experiência de outras pessoas). Só que é importante considerar os conselhos como uma oportunidade para você experimentar seu regime natural de cabelos.

rotina capilar

A chave para o desenvolvimento de um ótimo regime de rotina capilar caseira é conhecer o cabelo e encontrar sua tolerância. Assim sendo, lembre-se de que você é especialista em seus cabelos. Aliás, ninguém pode conhecer melhor o seu cabelo do que você.

Em resumo, vamos examinar alguns dos fatores mais importantes que você precisará considerar ao escolher produtos para o seu dia-a-dia. Há duas categorias principais de produtos em mente: produtos à base de umidade e produtos à base de proteínas.

A regra geral aqui é que, quanto mais você faz química no seu cabelo, mais hidratação e proteínas serão necessárias.

Confira abaixo uma rotina capilar caseira para cuidados com os cabelos.

Guia de rotina capilar

1.  Shampoo

Shampoo hidratante: use este produto uma ou duas vezes por semana, de acordo com sua programação. Os melhores shampoos hidratantes normalmente não têm sulfatos de amônio ou sódio e não deixam o cabelo enrolado, seco ou completamente embaraçado. Em vez disso, são apenas produtos de limpeza suaves que deixam seu cabelo macio e desembaraçado.

Um shampoo anti-resíduos tira a acumulação de produto e é uma ótima maneira de começar sua rotina capilar todo mês. Depois disso, seu cabelo deve e ficará completamente limpo. Um shampoo quelante, ou seja, esfoliante, por outro lado, trabalha em um nível mais profundo para remover quaisquer depósitos minerais teimosos no cabelo.

Todavia, não esqueça que todos os cabelos são únicos. Com base na sua situação, você pode precisar de mais de um shampoo em sua rotina.

Se você usa muitos óleos e géis para pentear, considere usar um shampoo anti-resíduo de vez em quando para remover ocasionalmente o acúmulo do produto.

2.  Condicionador hidratante

Uma boa rotina capilar deve incluir um ótimo condicionador hidratante. Condicionadores hidratantes geralmente seguem o shampoo hidratante após cada lavagem. Recomenda-se condicionar profundamente o cabelo uma vez por semana por até 20 minutos.

Portanto, para quem lava o cabelo duas vezes por semana, apenas uma dessas lavagens deve ser seguida de condicionamento profundo. Você pode simplesmente aplicar o condicionador profundo por cerca de 15 a 20 minutos com ou sem calor para essa lavagem semanal. O tempo em que você condiciona profundamente o cabelo depende de você.

rotina capilar caseira

É fácil ficar confuso na frente do condicionador, pois nem todos os condicionadores hidratantes são criados iguais. Existem várias fórmulas hidratantes que não condicionam muito bem os cabelos, independentemente de quanto tempo permanecem nos cabelos.

Essas fórmulas são principalmente cremes e condicionadores instantâneos destinados a revestir a parte externa dos fios e proporcionar uma sensação macia. Eles também trabalham muito rapidamente e são voltados para pessoas que têm cabelos muito saudáveis ​​e bem cuidados. Portanto, eles também fazem parte da sua rotina capilar caseira.

3.  Condicionadores à base de proteínas

Eles são usados ​​principalmente para reconstruir os fios de cabelo e funcionam melhor quando são integrados a uma rotina de cuidados com os cabelos com alta umidade.

Em princípio, a frequência do uso de condicionadores e tratamentos à base de proteínas dependerá em grande parte da força do produto que você está usando. O que influencia também é a quantidade de danos ao cabelo que você está tentando corrigir.

Nota: Se o seu cabelo estiver seco ou você notar quebras, você deve evitar o condicionamento de proteínas. Certifique-se de seguir as instruções do fabricante e tenha cuidado ao usar esses produtos. Alguns dos reconstrutores de proteínas têm instruções muito específicas de uso.

Com efeito, escolha um tratamento proteico para retoques leves na sua rotina capilar. Um tratamento prolongado destina-se a um condicionamento proteico mais intenso e é ideal para cabelos tratados com cores e / ou cabelos relaxados.

No geral, os reconstrutores de proteínas devem ser seguidos por um bom condicionador profundo e hidratante. Dessa forma, irá auxiliar a restaurar a flexibilidade e a umidade naturais dos cabelos.

4.  Óleos Naturais

Os óleos naturais são comumente usados ​​para selar os produtos hidratantes à base de água, aliás, ajudam a melhorar o brilho e a flexibilidade dos cabelos.

óleos essenciais

Então, você simplesmente precisa aplicar uma pequena quantidade de óleo nas pontas dos cabelos. Assim sendo, alguns exemplos incluem óleo de oliva, óleo de nim, óleo de argan, óleo de coco, óleo de jojoba. Além disso, podemos citar também o óleo de alecrim, óleo da árvore do chá (melaleuca), óleo de cártamo, óleo de lanolina, óleo de amêndoas doces, óleo de cenoura e óleo de rícino.

Portanto, seguindo essa rotina capilar com paciência e constância você verá como será mais fácil manter os seus cabelos com brilho, hidratação e beleza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *